Termos Técnicos

Aqui você encontra os Termos Técnicos em ordem alfabética.

Escolha a letra inicial do termo desejado:

Termos Técnicos

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Existem 35 termos na lista iniciando com a letra C
Cabeço
Peça de ferro destinada a receber voltas de cabo para fixação de uma embarcação.
Cabine
Alojamento destinado ao comandante, oficiais ou passageiros de um barco. O mesmo que câmara.
Cabo
Toda Corda, utilizada nas embarcações. Obs: A expressão CORDA, não é utilizada no meio náutico o nome correto deste material a bordo é sempre CABO.
Cabotagem
Antigamente, o termo restringia-se à navegação costeira. Posteriormente, a cabotagem dividiu-se entre pequena e grande. A pequena cabotagem refere-se, ainda, à navegação costeira, e a grande cabotagem, à navegação de longo curso.
Calado à meia-nau
Distância vertical entre a superfície da água e a parte mais baixa da embarcação medida na secção da meia-nau, isto é, na metade do comprimento entre as perpendiculares dos pontos extremos da proa e popa.
Calado Máximo
Distância vertical entre a superfície da água e a parte mais baixa da quilha da embarcação medida quando esta estiver com deslocamento em plena carga.
Calado Médio
Média aritmética dos calados medidos sobre as perpendiculares a vante e a ré.
Calado Mínimo
Distância vertical entre a superfície da água e a parte mais baixa da quilha da embarcação medida quando esta estiver na condição de deslocamento mínimo.
Calado Moldado
Distância vertical entre a superfície da água – linha de flutuação ou linha-d’água – e a parte mais baixa da embarcação – a quilha ou então algum ponto mais baixo, como por exemplo, sensor do sonar na condição na qual é feita a medida. É a expressão do transporte marítimo, que significa profundidade em que cada navio está submerso na água. Tecnicamente é a distância da lâmina d’água até a quilha do navio.
Calafetagem
Vedar as frestas do casco.
Capotamento
Ideia de se ver um barco voltado de quilha para cima.
Caramanchão
Denominação dada nos antigos iates ao espaço à popa, onde fica o timão ou roda de leme. É o local onde ficam os aparelhos de governo da embarcação e seu centro de comando. Equivale ao cockipt dos modernos iates de lazer.
Carena
A parte submersa de uma embarcação que fica.
Carta de Marear
Representação cartográfica de uma área náutica, podendo representar em conjunto as regiões costeiras.
Carta Náutica
Também conhecida como carta de marear, carta hidrográfica, ou plano hidrográfico é uma representação cartográfica de uma área náutica, podendo representar em conjunto as regiões costeiras adjacentes à área náutica. são os equivalentes marítimos dos mapas terrestres, e são as descendentes dos portulanos. Dependendo da escala, pode ter detalhes tanto do relevo da costa quanto do relevo aquático, além de outras informações, como edificações, vegetação, infra-estrutura da costa, etc. As cartas náuticas são divididas por localidade.
Casario
Estrutura de madeira ou metal que se ergue sobre o convés e abriga os tripulantes de um navio.
Casco
É o corpo de um barco sem mastros, velas, estais ou qualquer outro elemento que compõe uma embarcação; é a parte da embarcação destinada a lhe dar flutuação, a receber a carga e a suportar a mastreação e o velame.
Catamarã
Palavra do idioma tâmil kattumaram = kattu (ligadura) + maram (pau) designa uma embarcação com dois cascos (vulgarmente chamados “bananas”), com propulsão a vela ou motor, que se destaca por sua elevada estabilidade e velocidade em relação às embarcações monocasco. A sua origem é polinésia, e quando os navegadores europeus aí chegaram por mar, surpreenderam-se com a grande velocidade dos catamarãs.
Caturrar
Oscilação de uma embarcação no sentido popa-proa por efeito da ondulação.
Cavernas
Vigas transversais à quilha. Junto com as “Longitudinais”, formam o chassi (também conhecido por “Aranha” ou apenas como as “Estruturas” do barco).
Charlie
Símbolo designado Charlie. Representado por uma bandeira quadrada, com cinco faixas horizontais nas cores branca, azul e vermelha. Significado: Sim / Afirmativo.
Chave Geral
Permite ativar e desativar o fornecimento de energia com total segurança. A Chave geral pode ser para uma ou duas baterias.
Chicote
Extremidade de um cabo.
Classificação das Embarcações
Navegação Oceânica - Adequadas para navegar sem limite de área (Tipo 1); Navegação ao Largo - Adequadas para navegar ao largo de até 200 milhas da costa (Tipo 2); Navegação Costeira - Adequadas para navegação costeira até 60 milhas de um ponto de abrigo e 25 milhas da costa (Tipo 3); Navegação Costeira restrita - Adequadas para navegação costeira até 20 milhas de um ponto de abrigo e 6 milhas da costa (Tipo 4); Navegação em Águas Abrigadas - Adequadas para navegar junto à costa e em águas interiores num raio de 3 milhas de um ponto de abrigo (Tipo 5).;
Coberta
Qualquer dos pavimentos que correm da proa à popa.
Cocha
Cada um dos ramos torcidos que formam um cabo.
Cochim
Entrelaçado de cabos com diversas aplicações, mesmo como decoração.
Comprimento entre Perpendiculares
No ambiente náutico, o comprimento entre perpendiculares, linha de água, linha d’água ou linha de flutuação consiste na linha que separa a parte submersa do casco de um navio (obras vivas) da sua parte fora d’água (obras mortas). A linha de água é definida pela interceção do plano de superfície da água calma com a superfície exterior do casco. Existem vários Comprimentos entre Perpendiculares correspondentes ao nível de carga do navio. Assim, a linha de água correspondente ao navio completamente carregado é a flutuação carregada ou flutuação em plena carga; a correspondente ao navio completamente vazio é a flutuação leve; e a correspondente ao navio em deslocamento normal é a flutuação normal. A principal linha de água que o arquiteto naval estabelece no desenho de linhas de um navio é designada “linha de água de projeto” ou “linha de água de traçado” (LAP ou DWL). Frequentemente, corresponde à linha de água quando o navio está a plena carga. Além disso, as linhas de água também variam de acordo com as várias imersões que o casco pode ter, conforme a época do ano e o oceano em que o navio se encontre. As várias imersões máximas nas diferentes condições são assinaladas no casco pelas marcas de Plimsoll. A linha de água de projeto, com o navio a plena carga, é assinalada pela utilização de cores diferentes no lado das obras vivas e no lado das obras mortas.
Convés
Parte superior do barco que fecha o casco. É o pavimento de uma embarcação. Pavimento da 1ª coberta.
Coordenadas Geográficas
Compõem o sistema de mapeamento da Terra e expressam qualquer posição horizontal no planeta através de duas das três coordenadas existentes num sistema esférico de coordenadas, alinhadas com o eixo de rotação da Terra (360o). Existem pelo menos quatro modos de designar uma localização exata para qualquer ponto na superfície do globo terrestre. Nos três primeiros sistemas, o globo é dividido em latitudes, que vão de 0 a 90 graus (Norte ou Sul) e longitudes, que vão de 0 a 180 graus (Leste ou Oeste). Para efeitos práticos, usa-se as siglas internacionais para os pontos cardeais: N=Norte, S=Sul, E=Leste, W=Oeste. Para as latitudes, o valor de cada unidade é bem definido, pois a metade do grande círculo tem 20.003,93km, dividindo este último por 180, conclui-se que um grau (°) equivale a 111,133km. Dividindo um grau por 60, toma-se que um minuto (’) equivale a 1.852,22m (valor praticamente idêntico ao da milha náutica). Dividindo um minuto por 60, tem-se que um segundo (”) equivale a 30,87m. Para as longitudes, há um valor específico para cada posição, que aumenta de 0 na Linha do Equador até aos Polos, onde está o seu valor máximo (90º de amplitude do ângulo).
Costado
Parte externa do casco de um barco, parte lateral e exterior de uma embarcação; parte do forro exterior do casco da embarcação acima da linha de flutuação.
Costura de Mão
É uma alça que resulta da dobra de um cabo, sendo que o chicote após a formação da alça é costurado no próprio cabo.
Croque
Vara com um gancho na extremidade para puxar cabos ou outros objetos para bordo.
Cunho
Peça de madeira ou metal onde se prendem escotas ou adriças; peça de madeira ou ferro fixa no convés, com duas orelhas para nela se dar volta a cabos.
Curso
Direção tomada pela embarcação, através da marcação feita na bússola, pelo navegador; indicação do rumo em graus de um waypoint para o seguinte.